Reinaldo, o Rei da Massa!

Rei, Rei, Rei! Reinaldo é o nosso Rei!

Grito da Torcida Atlticana ao reverenciar o jogador

 

Reinaldo, ou melhor, José Reinaldo de Lima nasceu na cidade mineira de Ponte Nova em 11 de janeiro de 1957. Na sua cidade natal seguiu a tradição de família e jogou no Primeiro de Maio equipe amadora onde  dois de seus irmãos atuaram. No Primeiro de Maio o jovem Reinaldo se destacou sua fama de bom jogador  espalhou-se. Em Ponte Nova dizia-se  que o jovem Reinaldo era o novo Pelé e levava a melhor na comparação com Tostão do Cruzeiro. Depois de seu relativo sucesso no Primeiro de Maio, Reinaldo trocou de clube sem sair de sua cidade natal. O Pontenovense, ofereceu a Reinaldo algumas regalias a mais que seduziram o  jovem craque.  Em Ponte Nova todos na cidade davam como certo a ida de Reinaldo para o Botafogo do Rio de Janeiro, time no qual seu irmão mais velho, Mário Lúcio,  fora tentar a sorte. Porém, o destino do craque do Pontenovense começou a mudar no dia da Independência do Brasil.

Sem muito tempo para fazer a avaliação de Reinaldo em Ponte Nova, Barbatana(acima) pediu para que o jovem Reinaldo fosse a BH para vê-lo jogar. Em BH, Barbatana escalou Reinaldo para jogar entre os adultos. O que seria um teste, virou um show: em meia hora Reinaldo deixou os beques titulares tontos, fez 3 gols e tornou-se a grande sensação na Vila Olímpica. Imediatamente, o técnico Barbatana pegou-o pela mão e levou-o à diretoria para combinar seu primeiro contrato.

 

 

Em 1971, Reinaldo encontra o Atlético:

 

A história de Reinaldo  no Atlético começou em 7 de setembro de 1971, quando o juvenil do Galo foi jogar na cidade de Ponte Nova participando das festividades da Independência. Barbatana, também natural da cidade e  técnico dos juvenis do Galo, foi alertado de seu talento. O pessoal de Ponte Nova dizia a Barbatana: "Você precisa ver o Reinaldo jogando, Tostão não chega nem aos pés dele! .  Quase que imediatamente, Barbatana foi a casa do jogador. Barbatana iria fazer o convite para o jovem craque participar do jogo que o Galo faria na cidade. Porém, Barbatana não encontrou Reinaldo, pois o mesmo estava em um desfile na parada da independência. O Galo jogou e já se preparava para voltar para Belo Horizonte, quando  amigos do técnico, vendo que Barbatana não viu Reinaldo jogar o alertaram novamente para o talento de Reinaldo. O feeling do técnico descobridor de talentos falou mais alto. Acompanhado de Sinval, Barbatana foi novamente a casa do Reinaldo e o convidaram para naquele momento viajar a Belo Horizonte onde seria observado. Em uma decisão bastante rápida, o jovem craque vestiu uma calça, pegou uma jaqueta e deu adeus ao pessoal e rumou para Belo Horizonte. Em seu primeiro treino no Galo com 13 anos de idade e ainda sem contrato assinado, Reinaldo marcou três gols ao enfrentar o time titular que pouco depois venceria o campeonato Brasileiro. Após marcar o terceiro gol em seu primeiro treino  o técnico Barbatana pegou-o pela mão e levou-o à diretoria para combinar seu primeiro contrato. N a sala da diretoria, assinou um contrato em branco. Todos no Campo de Lourdes ficaram impressionados com a habilidade do Garoto.  Quase ao mesmo momento, na sede do Lourdes, chegava sua mãe, Dona Maria Célia, apavorada e perguntava: “Onde está o meu filho? O que vocês  fizeram de meu filho? Onde vocês o enfiaram?”Enquanto alguns funcionário do Clube acalmavam a senhora, outros tratavam de procurar Reinaldo, que chegou em companhia de Barbatana. Depois de muitos abraços, a senhora voltou a Ponte Nova, com o contrato,para que seu marido, Mário Lima assinasse-o. Reinaldo passava a ganhar 100 cruzeiros mensais, mais casa e comida. Reinado foi lançado no time dente-de-leite e acabou como artilheiro. No começo de 1972, disputou a Taça Cidade de São Paulo, entre os juvenis. Logo depois foi convocado para Seleção Mineira que disputou a Mini-copa Dentinho, em Brasília, onde acabou incluído na seleção dos melhores dentes-de-leite do Brasil. Até então Reinaldo continuava a não acreditar muito na possibilidade de tornar-se profissional.

Reinaldo aparece na Seleção dos melhores Dentes-de-Leite do Brasil em 1972.

Em 1973, o início das contusões e o interesse do Cruzeiro:

No começo de 1973, o Atlético foi convidado para participar do Torneio do Povo e também tinha que disputar a Taça Minas Gerais. O time principal foi disputar o Torneio do Povo e o misto disputou a Taça Minas Gerais com os juvenis e reservas. Em 28 de Janeiro de 1973, aos 16 anos, estreou pelo time profissional do Atlético, em partida contra o Valério. A partir daí, Reinado nunca mais voltou aos juvenis. Paulo Benigno incorporou-o ao elenco profissional, embora ainda estivesse com o contrato de amador. Mas mesmo atuando no segundo quadro, Reinaldo Ganhou fama e admiradores. Torcida, imprensa  apontavam como o craque do futuro. Em Belo Horizonte, o jornalista e escritor Roberto Drummond o apelidou de "Baby Craque" em um artigo que escrevera para o jornal O Estado de Minas.


Foi então, que a turma da toca da Raposa ficou sabendo da situação contratual de Reinaldo. Felício Brandi via em Reinaldo um novo Tostão. O Atlético tratou de  se garantir, registrou imediatamente o contrato de gaveta que mantinha.  Segundo o próprio Reinaldo na época disse: “Não teve grilo, eu já ganhava 500 cruzeiros e na hora do registro fui aumentado para 2000 cruzeiros”
.

  
No final de 1973,  Reinaldo teve uma operação no pé direito. No ano seguinte, em partida contra o Ceará, ao pisar em um buraco, torceu o joelho. A partir daí, as lesões no joelho acompanharam-no por toda a carreira. Jogou por um bom tempo à base de infiltrações no joelho. Ainda nessa época, depois de uma entrada de um desleal zagueiro teve extraído ambos os meniscos interno do joelho direito pelo Dr. Abdo Argges. Entretanto, essa retirada dos meniscos foi considerada desnecessária com a evolução da medicina esportiva. Em 1975, ficou mais dois meses afastado do futebol quando sofreu estiramento muscular nas duas coxas. Nessa época chegou a ganhar a alcunha de canela-de-vidro.

Abdo Argres

Abdo Argges(acima esquerda), retirou sem necessidade os menisculos do Rei e fazia infiltrações em seu joelho. Lasmar(acima direita), indicou um tratamento totalmente diferente baseado em radioterapia e cortizona.

 

Reinaldo em uma das seções de radioterapia que fazia por prescrição do Dr Neylon Lasmar.

 

Reinaldo e o Dr Neylon Lasmar. Joelho do craque preocupava o departamento médico. Foto tirada na Vila Olimpica em janeiro de 1978. Naquele ano depois da Copa do Mundo, Reinaldo foi acompanhado de Lasmar aos EUA para operar pela quarta vez o joelho esquerdo. A Reuperação o tirou do futebol por um ano.

 

Reinaldo Dr James Nicholas e Dr Neylon Lasmar

Depois da Copa do Mundo de 1978 Reinaldo foi aos EUA onde foi operado no Hospital Lennox Hill pela maior autoridade mundial em ortopedia esportiva, o Dr. James Nicholas(dir)Dr Neylon Lasmar ao centro. Reinaldo faz testes pré operatórios.

Hospitlalizado, Recebeu a visita do Rei Pelé

Nos EUA, onde o Rei foi operado no Hospital Lennox Hill pela maior autoridade mundial em ortopedia esportiva, o Dr. James Nicholas

Reinaldo recebendo o carinho de sua mãe após a cirurgia no joelho

 

Mesmo em meio a contusões, Reinaldo vestiu a camisa da Seleção Brasileira pela primeira vez em 30 de julho de 1975 em um jogo contra a Venezuela, em Caracas. O mesmo aconteceu em jogos contra Argentina e Peru ainda em 75.  Reinaldo certamente não foi o maior jogador de sua época porque as contusões não deixaram. Foram 4 no joelho(quatro cirurgias) e uma no tornozelo(uma cirurgia). Tudo isso pelas agressões que Reinaldo sofrera nos campos, agravadas por serem sobre um garoto que aos 14 anos começou sua vida profissional. Para jogar os jogos mais importantes não podia treinar, porque se treinasse não reuniria condições para o jogo. Levou várias infiltrações, um artifício médico que é hoje totalmente condenado pela medicina esportiva. E uma vez relatou:


"Eu tomava infiltrações no joelho com agulhas que mediam 20 cm. Depois que o Doutor retirava a agulha do meu joelho eu podia ver pedaços de cartilagem junto a ela."


Em 1976, o Dr. Neylor Lasmar passou a responder pelo departamento médico do Clube. Lasmar mandou interromper as infiltrações e submeteu Reinaldo a um tratamento à base de cortisona e radioterapia. Aos vinte anos  em 1977, já havia operado o joelho  3 vezes e uma vez o tornozelo. Em 1978, após a Copa do Mundo da Argentina, Reinaldo foi acompanhado do Dr. Neylon Lasmar aos EUA para operar pela quarta vez o joelho esquerdo. A cirurgia foi comandada pela maior autoridade mundial em ortopedia  esportiva, o Dr James Nicholas no Hospital Lennox Hill

O Dr. Nicolas explicou o que estava acontecendo com o joelho de Reinaldo:

“Debaixo da rótula havia muita cartilagem, mais restos de menisco, que estavam entre a rótula e o osso. Assim, cada vez que ele mexia a perna, sentia uma sensação terrível de dor, mais ou menos como se estivesse espremendo um dedo contra uma porta.”

 

A recuperação da cirurgia durou vários meses. A volta de Reinaldo aos gramados aconteceu após um ano.

 

 

Após a cirurgia, seções constantes de fisioterapia. Reinaldo era presença constante no Departamento médico.

 

Reinaldo Posições Políticas, Amizades e Nível cultural:


Reinaldo era considerado um jogador com um nível cultural e de informação muito superior ao que encontrávamos no futebol brasileiro nas décadas de 60’s e 70’s. Reinaldo angariou amizades muito além do futebol. Tinha transito praticamente livre entre os artistas da MPB. Era amigo de João Bosco, Chico Buarque, Fernando Brant, Fagner entre outros.


Com respeito à política, uma vez Reinaldo declarou


"Nos somos ídolos, e existem dois tipos de ídolos, os primeiros são usados para trazer alegria e esquecer os problemas. O segundo tipo de ídolo são usados para alertar o povo e conduzi-lo (o povo) a uma sociedade melhor.  Nós jogadores de futebol infelizmente estamos no primeiro tipo de ídolos. Eu particularmente, gostaria de estar no segundo tipo de ídolo."
Outras frases de Reinaldo:


"Voto é secreto. Nem a minha mulher sabe que vou votar no Tancredo Neves."

Reinaldo, ex-Centroavante de Atlético Mineiro e Seleção Brasileira. Às vésperas da eleição de 1982 / Novembro de 1982.


"Passei dez anos jogando com o joelho inchado e sendo artilheiro. Só tirava o gelo
para entrar em campo. (2001)
"




"Telê deveria ter me levado à Copa de 1982. Mas eu tinha posições políticas e ele era reacionário. (2001)"




"Eu comemorava os gols com o punho cerrado porque era um gesto socialista, revolucionário . (2001)"

Marca registrada de suas comemorações: Punho cerrado e erguido. Era um protesto contra a ditadura militar.

Reinaldo, apoiava o regime cubano e lia Lenin. Atitudes pouco simpáticas ao regime ditatorial militar brasileiro.

Reinaldo em um restaurante com Fernando Brant, amizades muito além dos gramados.

 

Reinaldo tinha uma maneira muito particular de comemorar seus gols, com o punho esquerdo erguido, em um gesto que lembrava o dos militantes negros do movimento dos Panteras Negras dos EUA.  Além disso, tinha amizade com vários artistas considerados subversivos pela Ditadura Militar Brasileira. Por este gesto e por suas posições políticas independentes, Reinaldo era visto com desconfiança pelos representantes da ditadura militar, o que dificultou sua trajetória na Seleção e também o clube que defendia.

Conquistas, artilharias e títulos:

 

No time profissional do Atlético, conquistou seu primeiro título em 1976,  ano que ganhou a Taça Minas Gerais e foi campeão Mineiro invicto. Este foi, aliás, o primeiro título de uma série de sete. Entre 1978 e 1983 foi Hexacampeão Mineiro e participou das campanhas do Atlético nos vice-campeonato Brasileiro de 1977 e  1980. É o artilheiro com maior média de gols em um único Campeonato Brasileiro (28 gols em 18 partidas, ou 1,55 por jogo, em 1977). Nesse mesmo ano, seu time terminou o campeonato sem perder um jogo, mas apenas com o vice-campeonato, perdendo a final nos pênaltis para o São Paulo, que terminou a competição com 12 pontos a menos em um tempo que as vitórias valiam apenas 2 pontos. Na Seleção Brasileira jogou 37 jogos marcando 14 gols,  participou da Copa do Mundo de 1978, ao lado de outro atleta atleticano; Toninho Cerezo.

Em 1985, deixou o Galo e foi jogar no Palmeiras, vestiu a camisa do rival por um jogo e encerrou a sua carreira na Holanda.

 

Carreira Política e o jornalismo:

Reinaldo foi eleito Deputado Estadual em 1990 pelo PT. Reclamou muito sobre o desconto que o partido fazia(e ainda faz) nos salários de seus afiliados e foi desligado do partido. Tentou se reeleger pelo PDT em 94 e não obteve sucesso.
Em 2004, o ex-deputado Reinaldo foi eleito vereador em Belo Horizonte. Tentou a reeleição em 2008 e não conseguiu. Iniciou no Jornal “O Tempo” a carreira de cronistas esportivo onde tomou gosto pela profissão. Formou-se em jornalismo em 2008, pela UNI-BH e hoje é comentarista de esportes das Empresas  Associados de BH  (Jornal Estado de Minas.e TV Alterosa)
.

Album de Fotografias

Em pose com a faixa de campeão Mineiro de 1976. Era o primeiro título como profissional.

 

 

 

Com Toninho Cerezo foram juntos defender o Brasil na Copa do Mundo da Argentina em 1978

 

Com este gol contra o América de Natal rendeu-lhe uma placa no hall do Mineirão.

A alta velocidade era um dos passa-tempos do jovem Rei. Nas horas de folga, gostava de levar seus companheiros de equipe para "pegas" en torno do Mineirão. Nos anos 70, até 1976, bateu 3 vezes seu "Fuscão" 73. Depois, passou a de locomover um uma pequena moto Yamaha.

Fotografia era só para "mascar" as gatinhas.

Raul e Reinaldo. Esse duelo rendeu ao goleiro do Cruzeiro uma reflexão que virou capa de todas as revistas esportivas na época. " O goleiro é o centro-avante do avesso."

O gosto pela noite e unas cervejas a mais, redeu-he algumas críticas.

Reinaldo com João Bosco

 

 

Na Seleção Brasileira em Londres 1981 acompanhado de feras como: Toninho Cerezo, Paulo Sérgio, Junior, Edinho, Luizinho e Zé Sergio.

Foto de Reinaldo em sua ficha na CBD/CBF. Ganhou o numero 22 para copa de 1978

Ns Seleçõ em jogo cntra a Escócia.

Em 1981 na seleção.

Com a camisa da Seleção Brasileira de 1978.

 

 

 

 

Texto de Roberto Drumond sobre Reinaldo  publicado no Jornal “ O Estado de Minas” em 21 de março de 1973. O primeiro que o escritor escreveu sobre Reinaldo.

 

“Nos meus 20 anos de futebol, a maior promessa de craque que eu vi surgir é ele” (Haroldo Lopes da Costa, ex-craque, médico do Atlético).
“È isso que o Haroldo falou: ele é um fenômeno.” (Paulo Benigno, técnico do Atlético).
“Pelo que eu vi no Dente-de-Leite, ele tem tudo que nenhum atacante do Atlético teve, incluindo Dario, nos ~últimos 20 anos” (Erasmo Ângelo, jornalista e testemunha ocular).
“Se ele é isso tudo? É, sim, só tenho medo dele vestir a máscara.”(Ronan Ramos, comentarista, também testemunha).
Vocês já viram: esses depoimentos todos falam de Reinaldo, o baby craque do Atlético, mas só o tempo, com o qual Pelé fez tabelinha, dirá se as previsões estão certas ou se são como o serviço de meteorologia de alguns países, que anunciam azul, vem nuvem, anunciam sol e começam rajadas com nos frontes das guerras.
Vamos nos guardar para quando o futuro vier.
Por enquanto, eu tinha a dizer a vocês, qe tive um papo com Reinaldo.
Eis minhas impressões:
-Ele me pareceu muito assustado com o sucesso, o que é normal, muito normal.
-Não parece estar, no entanto, deslumbrado com a fama, e o natural assim penso, seria que se deslumbrasse.
-Ele olha frente a frente  para as pessoas, faz parte dessta geração mais nova, que não tem a timidez antiga.
Reinaldo mede 1,73 de altura, mas estando com 16 anos (feitos em janeiro), deve crescer um pouco mais. Ele é muito forte e, fiquem avisados, nada tem de jogador folclórico, como muitos gostam de pintar: não chama Oldair de senhor, mas de você, não fala um dialeto com o que foi inventado para Laci, e está  fazendo a segunda série ginasial.
_Quanto você ganha, Reinaldo? –perguntei.
-Ganho Cr$ 500, por mês.
-O que  você faz com “tanto” dinheiro?
-Eu ajudo meu pai a pagar um empréstimo  que ele fez na Caixa Econômica....
-Dizem que, sendo tão garoto, Você diz recebeu de luvas muitas cocas colas, sorvetes, guaranás, o que Você diz disso?
Algumas pessoas riem, Reinaldo fica sério, responde:
-Isso é brincadeira. O Atlético paga a pensão para mim.
Sendo forte e alto para a idade, Reinaldo dá a impressão de ter mais de 16 anos. Mas seus 16 anos revelam-se quando ele fica mais ‘a vontade e começa a falar das coisas que mais gosta de fazer:
-Eu gosto muito de ouvir o Roberto Carlos. Acho muito legal. Eu leio muito, mas sõ o Zé Mauro de Vasconcelos. “Dele eu li muitos livros: “Meu pé de Laranja Lima”, “Rosinha, minha canoa”, “ Frei Abóbora” e uma porção de outros. Acho bacana.
-Você tem namorada, Reinaldo?
-Tenho, mas eu prefiro não falar disso.
-Por quê?
-Porque não dá...
-Não dá como?
-Eu não posso falar o nome da menina -diz Reinaldo_ Se eu falar vai complicar...
-Complicar por quê?
-Porque nós namoramos escondido....
-Escondido? Mas isso é muito legal. Como é a coisa?
-A gente encontra escondido da família dela. Ninguém da família dela sabe...
-Quantos anos ela tem Reinaldo?
_Tem 13 anos...
- Só 13 ?
-Só. Mas ela é muito bacana....
-E o que Vocês conversam?
-Conversamos sobre uma porção de coisas. Música, cantores, essas coisas....
-Ela gosta de futebol?
-Gosta. Ela torce pelo Atlético.
-E ela foi ver você jogar pelo Atlético?
-Não, não foi.
-Mas porque vocês namoram escondido?
-Porque ela só tem 13 anos e os pais dela acham ela nova para namorar. Você deve conhecer  o irmão dela- fala Reinaldo, tornado o cronista, naturalmente, curioso.
-Quem é o irmão dela?
Reinaldo responde, mas eu prometo guardar segredo, e guardo porque eu também tive 16 anos e uma namorada clandestina com quem acabei casando.

 


Confira abaixo tudo sobre Reinaldo:

Títulos:Campeão Mineiro (1976, 78,79, 80, 81, 82 e 83 )
Outros clubes:Palmeiras, Rio Negro-AM, Cruzeiro, Telstar (Holanda)
Jogos e gols pela Seleção:14 gols em 37 jogos (foi reserva de Roberto Dinamite na Copa da Argentina de 1978)
Recorde:Marcou 28 gols no Brasileirão de 1977, recorde quebrado somente em 97 por Edmundo
Local e data de nascimento:Nasceu em Ponte Nova (MG), em 11 de Janeiro de 1957
Peso e Altura: 1,72m e 71 Kg


Técnicos que dirigiram Reinaldo:

Antonio Lacerda, Barbatana, Carlos Alberto Silva, Mussula, Paulinho de Almeida, Paulo Benigno, Pepe, Procópio Cardoso, Rubens Minelli, Sinval Martins, Telê Santana, Vicente Lage
Jogos pelo Galo:478
Expulsões:17

Posição: Centroavante

Data de Nascimento: 11/01/1955

Cidade: Ponte Nova-MG

Período no Atlético: 1973-1985
Primeiro jogo: 28/01/1973
Atlético 1x2 Valério-MG – Taça Minas Gerais/1973

Último Jogo: 11/08/1985
Atlético 1x4 Ajax-HOL – Amistoso “Amsterdam Tournament”

Clube Anterior: Categoria de Base do Atlético

Clube Posterior: Palmeiras-SP

No Atlético: Foram 475 Jogos e 255 Gols Marcados.
Títulos pelo Atlético:

Campeão Mineiro – 1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982 e 1983
Campeão da Taça Minas Gerais – 1975, 1976 e 1979
Sua carreira:

Categoria de Base: Primeiro de Maio-PN; Pontenovense-PN e ATLÉTICO (1972).
Profissional: ATLÉTICO (1973-1985); Palmeiras-SP; Rio Negro-AM; Cruzeiro-MG; Hacken-SUE e Telstar-HOL.


Relação de Gols pelo Atlético:

04/02/1973 - 1 - GALO 2x2 CALDENSE/MG - TACA MG 1973
28/02/1973 - 1 - GALO 6x0 NACIONAL-MURIAE/MG - TACA MG 1973
14/03/1973 - 1 - GALO 5x0 VALERIO/MG - TACA MG 1973
29/04/1973 - 1 - GALO 3x0 UNIAO TIJUCANA/MG - CAMP. MINEIRO 1973
01/05/1973 - 4 - GALO 5x1 USIPA/MG - AMISTOSO
01/07/1973 - 1 - GALO 2x0 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1973
05/09/1973 - 1 - GALO 2x1 COMERCIAL/MS - CAMP. NACIONAL 1973
16/09/1973 - 1 - GALO 3x0 FLAMENGO/RJ - CAMP. NACIONAL 1973
23/09/1973 - 2 - GALO 4x0 SERGIPE/SE - CAMP. NACIONAL 1973
17/10/1973 - 1 - GALO 1x2 AMERICA/RN - CAMP. NACIONAL 1973
20/01/1974 - 1 - GALO 2x0 CORINTHIANS/SP - CAMP. NACIONAL 1973
26/01/1974 - 1 - GALO 2x1 AMERICA/MG - CAMP. NACIONAL 1973
02/02/1974 - 1 - GALO 2x1 CORITIBA/PR - CAMP. NACIONAL 1973
03/03/1974 - 2 - GALO 3x1 CRUZEIRO/MG - AMISTOSO
06/03/1974 - 1 - GALO 1x0 AMERICA/MG - AMISTOSO
24/03/1974 - 1 - GALO 2x1 CRUZEIRO/MG - CAMP. NACIONAL 1974
06/04/1974 - 1 - GALO 4x2 CEUB/DF - CAMP. NACIONAL 1974
27/04/1974 - 1 - GALO 2x1 CEARA/CE - CAMP. NACIONAL 1974
17/07/1974 - 1 - GALO 3x0 NACIONAL/AM - CAMP. NACIONAL 1974
20/07/1974 - 1 - GALO 3x0 OLIMPICA-LAVRAS/MG - AMISTOSO
18/01/1975 - 1 - GALO 1x0 ARACATUBA/SP - AMISTOSO
29/01/1975 - 1 - GALO 2x2 COMERCIAL/SP - AMISTOSO
02/02/1975 - 2 - GALO 4x0 BARRETOS/SP - AMISTOSO
13/04/1975 - 3 - GALO 5x0 ATL. NACIONAL/COLOMBIA - AMISTOSO
11/05/1975 - 1 - GALO 3x0 DEMOCRATA-GV/MG - CAMP. MINEIRO 1975
01/06/1975 - 1 - GALO 8x0 UNIAO TIJUCANA/MG - AMISTOSO
08/06/1975 - 1 - GALO 4x1 ESAB/MG - CAMP. MINEIRO 1975
28/08/1975 - 2 - GALO 2x0 GUARANI/SP - CAMP. NACIONAL 1975
14/09/1975 - 1 - GALO 2x0 NACIONAL/AM - CAMP. NACIONAL 1975
24/09/1975 - 1 - GALO 1x0 CEARA/CE - CAMP. NACIONAL 1975
15/10/1975 - 1 - GALO 1x1 VASCO/RJ - CAMP. NACIONAL 1975
26/10/1975 - 1 - GALO 5x1 GOIAS/GO - CAMP. NACIONAL 1975
14/12/1975 - 1 - GALO 3x0 ITABUNA EC/BA - AMISTOSO
25/01/1976 - 1 - GALO 2x1 CRUZEIRO/MG - TACA MG 1975
01/02/1976 - 1 - GALO 4x1 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1975
04/02/1976 - 1 - GALO 1x0 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1975
11/03/1976 - 3 - GALO 5x0 NACIONAL-MURIAE/MG - TACA MG 1976
14/03/1976 - 2 - GALO 3x0 TUPI/MG - TACA MG 1976
17/03/1976 - 2 - GALO 6x1 SETE DE SETEMBRO/MG - TACA MG 1976
25/03/1976 - 1 - GALO 2x0 VILLA NOVA/MG - TACA MG 1976
28/03/1976 - 2 - GALO 5x0 GUARANI/MG - TACA MG 1976
31/03/1976 - 3 - GALO 5x0 ESAB/MG - TACA MG 1976
11/04/1976 - 2 - GALO 4x0 AMERICA/MG - TACA MG 1976
10/06/1976 - 1 - GALO 2x0 ESPORTIVA GUAXUPE/MG - CAMP. MINEIRO 1976
24/06/1976 - 1 - GALO 1x0 VILLA NOVA/MG - CAMP. MINEIRO 1976
27/06/1976 - 1 - GALO 1x1 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1976
11/07/1976 - 2 - GALO 2x1 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1976
18/07/1976 - 1 - GALO 4x0 UBERLANDIA/MG - CAMP. MINEIRO 1976
10/08/1976 - 2 - GALO 3x2 UNION DOUALA/CAMAROES - AMISTOSO
12/08/1976 - 2 - GALO 6x1 SELECAO DE KUMBA/CAMAROES - AMISTOSO
19/08/1976 - 1 - GALO 3x0 STEVA BUCARESTE/ROMENIA - AMISTOSO
29/08/1976 - 2 - GALO 4x2 LA CORUNA/ESPANHA - AMISTOSO
01/09/1976 - 1 - GALO 1x1 GOIANIA/GO - CAMP. NACIONAL 1976
05/09/1976 - 1 - GALO 1x0 AMERICA/MG - CAMP. NACIONAL 1976
11/09/1976 - 1 - GALO 1x2 AMERICA/RJ - CAMP. NACIONAL 1976
15/09/1976 - 1 - GALO 2x1 GOIAS/GO - CAMP. NACIONAL 1976
19/09/1976 - 1 - GALO 7x1 CURVELO/MG - AMISTOSO
23/09/1976 - 1 - GALO 3x1 MIXTO/MT - CAMP. NACIONAL 1976
26/09/1976 - 1 - GALO 3x0 VASCO/RJ - CAMP. NACIONAL 1976
02/10/1976 - 2 - GALO 5x1 COMERCIAL/SP - AMISTOSO
17/10/1976 - 3 - GALO 5x0 ATLETICO/PR - CAMP. NACIONAL 1976
28/01/1977 - 1 - GALO 3x2 SELECAO DA BULGARIA - AMISTOSO
09/02/1977 - 1 - GALO 7x0 SELECAO DE BANDUNG/INDONE - AMISTOSO
27/02/1977 - 1 - GALO 4x1 SELECAO DO QATAR - AMISTOSO
01/03/1977 - 1 - GALO 4x1 SELECAO DO QATAR - AMISTOSO
07/03/1977 - 1 - GALO 2x0 SELECAO DE GIBA/ARAB.SAUDITA - AMISTOSO
27/03/1977 - 1 - GALO 2x0 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1976
03/04/1977 - 1 - GALO 2x0 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1976
21/04/1977 - 1 - GALO 4x2 SELECAO DE BRASILIA/DF - AMISTOSO
24/04/1977 - 1 - GALO 3x1 GUARANI/MG - CAMP. MINEIRO 1977
27/04/1977 - 2 - GALO 3x1 FLUMINENSE/RJ - AMISTOSO
01/05/1977 - 1 - GALO 1x1 NACIONAL/URUGUAI - AMISTOSO
05/05/1977 - 1 - GALO 6x1 NACIONAL-MURIAE/MG - CAMP. MINEIRO 1977
15/05/1977 - 2 - GALO 4x1 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1977
03/07/1977 - 1 - GALO 3x1 SELECAO DA FRANCA - AMISTOSO
17/07/1977 - 2 - GALO 2x0 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1977
03/08/1977 - 1 - GALO 5x0 VILLA NOVA/MG - CAMP. MINEIRO 1977
17/08/1977 - 2 - GALO 4x2 TORPEDO/UNIAO SOVIETICA - AMISTOSO
02/10/1977 - 1 - GALO 2x3 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1977
09/10/1977 - 1 - GALO 1x3 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1977
16/10/1977 - 1 - GALO 4x1 REMO/PA - CAMP. NACIONAL 1977
23/10/1977 - 1 - GALO 3x0 SANTOS/SP - CAMP. NACIONAL 1977
26/10/1977 - 1 - GALO 1x0 BOTAFOGO/SP - CAMP. NACIONAL 1977
30/10/1977 - 2 - GALO 4x2 NACIONAL/AM - CAMP. NACIONAL 1977
02/11/1977 - 2 - GALO 3x1 PAYSANDU/PA - CAMP. NACIONAL 1977
09/11/1977 - 5 - GALO 6x2 FAST CLUB/AM - CAMP. NACIONAL 1977
13/11/1977 - 2 - GALO 3x1 AMERICA/MG - CAMP. NACIONAL 1977
20/11/1977 - 1 - GALO 1x1 UBERABA/MG - CAMP. NACIONAL 1977
01/12/1977 - 1 - GALO 1x0 GUARANI/SP - CAMP. NACIONAL 1977
04/12/1977 - 1 - GALO 3x1 SANTA CRUZ/PE - CAMP. NACIONAL 1977
11/12/1977 - 1 - GALO 3x1 GREMIO/RS - CAMP. NACIONAL 1977
18/12/1977 - 1 - GALO 2x0 AMERICANO/RJ - CAMP. NACIONAL 1977
29/01/1978 - 1 - GALO 2x1 CRUZEIRO/MG - CAMP. NACIONAL 1977
18/02/1978 - 3 - GALO 6x0 AMERICA/RN - CAMP. NACIONAL 1977
22/02/1978 - 2 - GALO 4x0 BAHIA/BA - CAMP. NACIONAL 1977
26/02/1978 - 3 - GALO 4x2 LONDRINA/PR - CAMP. NACIONAL 1977
25/04/1979 - 1 - GALO 1x2 SANTOS/SP - AMISTOSO
22/08/1979 - 1 - GALO 3x0 GUARANI/MG - CAMP. MINEIRO 1979
26/08/1979 - 2 - GALO 3x0 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1979
29/08/1979 - 1 - GALO 1x1 UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1979
02/09/1979 - 1 - GALO 3x1 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1979
05/09/1979 - 1 - GALO 4x1 UBERLANDIA/MG - CAMP. MINEIRO 1979
07/10/1979 - 1 - GALO 1x1 CRUZEIRO/MG - CAMP. NACIONAL 1979
14/11/1979 - 1 - GALO 2x0 MIXTO/MT - CAMP. NACIONAL 1979
25/11/1979 - 1 - GALO 2x1 AMERICA/RJ - CAMP. NACIONAL 1979
24/02/1980 - 1 - GALO 3x2 FLUMINENSE/RJ - CAMP. NACIONAL 1980
28/02/1980 - 1 - GALO 2x0 PALMEIRAS/SP - CAMP. NACIONAL 1980
02/03/1980 - 1 - GALO 2x0 FLAMENGO/PI - CAMP. NACIONAL 1980
19/03/1980 - 2 - GALO 5x1 VITORIA/BA - CAMP. NACIONAL 1980
30/03/1980 - 1 - GALO 3x1 VILA NOVA/GO - CAMP. NACIONAL 1980
21/05/1980 - 1 - GALO 1x1 INTERNACIONAL/RS - CAMP. NACIONAL 1980
25/05/1980 - 1 - GALO 3x0 INTERNACIONAL/RS - CAMP. NACIONAL 1980
28/05/1980 - 1 - GALO 1x0 FLAMENGO/RJ - CAMP. NACIONAL 1980
01/06/1980 - 2 - GALO 2x3 FLAMENGO/RJ - CAMP. NACIONAL 1980
17/07/1980 - 1 - GALO 4x1 HAMBURGO/ALEMANHA - AMISTOSO
19/07/1980 - 1 - GALO 2x1 SOCHAUX/FRANCA - AMISTOSO
10/08/1980 - 1 - GALO 4x1 TWENTE/HOLANDA - AMISTOSO
17/09/1980 - 1 - GALO 5x1 NACIONAL-MURIAE/MG - CAMP. MINEIRO 1980
21/09/1980 - 2 - GALO 3x0 NACIONAL-UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1980
28/09/1980 - 3 - GALO 5x0 ARAXA/MG - CAMP. MINEIRO 1980
08/10/1980 - 1 - GALO 2x0 VALERIO/MG - CAMP. MINEIRO 1980
01/11/1980 - 1 - GALO 1x0 ESPORTIVA GUAXUPE/MG - CAMP. MINEIRO 1980
16/11/1980 - 1 - GALO 2x0 UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1980
27/11/1980 - 2 - GALO 6x1 ESPORTIVA GUAXUPE/MG - CAMP. MINEIRO 1980
23/04/1981 - 1 - GALO 2x1 RIO NEGRO/AM - AMISTOSO
26/04/1981 - 2 - GALO 3x0 NACIONAL/AM - AMISTOSO
31/07/1981 - 1 - GALO 2x2 CERRO PORTENO/PARAGUAI - LIBERTADORES 1981
09/08/1981 - 1 - GALO 2x2 FLAMENGO/RJ - LIBERTADORES 1981
06/09/1981 - 1 - GALO 1x2 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1981
19/09/1981 - 1 - GALO 2x1 VILLA NOVA/MG - CAMP. MINEIRO 1981
04/11/1981 - 1 - GALO 3x0 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1981
14/11/1981 - 2 - GALO 5x2 VILLA NOVA/MG - CAMP. MINEIRO 1981
25/11/1981 - 1 - GALO 2x0 UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1981
03/12/1981 - 2 - GALO 4x2 BAHIA/BA - AMISTOSO
06/12/1981 - 1 - GALO 1x0 SANTOS/SP - AMISTOSO
14/02/1982 - 1 - GALO 7x1 DESPORTIVA/ES - CAMP. NACIONAL 1982
07/03/1982 - 1 - GALO 1x2 FLAMENGO/RJ - CAMP. NACIONAL 1982
14/03/1982 - 1 - GALO 3x1 FLAMENGO/RJ - CAMP. NACIONAL 1982
16/05/1982 - 1 - GALO 2x1 GREMIO/RS - COPA CAMPEOES 1982
29/05/1982 - 1 - GALO 1x1 AMERICA/RJ - COPA CAMPEOES 1982
15/07/1982 - 1 - GALO 1x0 TUPI/MG - CAMP. MINEIRO 1982
18/07/1982 - 1 - GALO 1x0 VALERIO/MG - CAMP. MINEIRO 1982
25/07/1982 - 1 - GALO 3x2 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1982
28/07/1982 - 1 - GALO 2x2 UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1982
03/08/1982 - 1 - GALO 3x0 PARIS SAINT GERMAIN/FRANCA - AMISTOSO
05/08/1982 - 1 - GALO 1x0 DINAMO ZAGREB/IUGOSLAVIA - AMISTOSO
12/08/1982 - 1 - GALO 2x2 HAMBURGO/ALEMANHA - AMISTOSO
15/08/1982 - 1 - GALO 1x1 CASSINO SALZBURG/AUSTRIA - AMISTOSO
29/08/1982 - 1 - GALO 1x2 VILLA NOVA/MG - CAMP. MINEIRO 1982
07/09/1982 - 1 - GALO 4x1 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1982
15/09/1982 - 2 - GALO 4x0 GUARANI/MG - CAMP. MINEIRO 1982
22/09/1982 - 1 - GALO 4x0 UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1982
29/09/1982 - 1 - GALO 2x0 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1982
03/10/1982 - 1 - GALO 3x0 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1982
05/12/1982 - 1 - GALO 2x1 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1982
23/01/1983 - 1 - GALO 1x2 AMERICA/RJ - CAMP. NACIONAL 1983
30/01/1983 - 1 - GALO 2x1 VILA NOVA/GO - CAMP. NACIONAL 1983
20/03/1983 - 1 - GALO 2x2 PONTE PRETA/SP - CAMP. NACIONAL 1983
10/04/1983 - 1 - GALO 2x0 AMERICA/RJ - CAMP. NACIONAL 1983
23/04/1983 - 1 - GALO 4x2 AMERICA/RJ - CAMP. NACIONAL 1983
12/06/1983 - 2 - GALO 3x1 UBERLANDIA/MG - CAMP. MINEIRO 1983
03/07/1983 - 1 - GALO 3x0 DEMOCRATA-GV/MG - CAMP. MINEIRO 1983
16/07/1983 - 3 - GALO 5x0 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1983
28/07/1983 - 2 - GALO 2x1 BORUSSIA DORTMUND/ALEMANHA - AMISTOSO
21/09/1983 - 2 - GALO 3x1 UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1983
16/10/1983 - 1 - GALO 4x0 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1983
10/11/1983 - 1 - GALO 4x0 VALERIO/MG - CAMP. MINEIRO 1983
07/12/1983 - 2 - GALO 3x0 NACIONAL-UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1983
05/02/1984 - 1 - GALO 4x1 TREZE/PB - CAMP. NACIONAL 1984

12/02/1984 - 1 - GALO 1x0 BANGU/RJ - CAMP. NACIONAL 1984
15/02/1984 - 1 - GALO 6x0 BAHIA/BA - CAMP. NACIONAL 1984
19/02/1984 - 1 - GALO 1x1 BANGU/RJ - CAMP. NACIONAL 1984
11/03/1984 - 1 - GALO 1x3 VASCO/RJ - CAMP. NACIONAL 1984
21/03/1984 - 1 - GALO 3x1 JOINVILE/SC - CAMP. NACIONAL 1984
15/07/1984 - 1 - GALO 1x0 AMERICA/MG - CAMP. MINEIRO 1984
07/08/1984 - 2 - GALO 2x2 GRASSHOPPER/SUICA - AMISTOSO
10/08/1984 - 1 - GALO 2x2 YOUNG BOYS/SUICA - AMISTOSO
14/08/1984 - 1 - GALO 11x1 CINGOLANA/ITALIA - AMISTOSO
17/08/1984 - 1 - GALO 2x1 ROMA/ITALIA - AMISTOSO
24/08/1984 - 1 - GALO 3x2 FEYENOORD/HOLANDA - AMISTOSO
02/09/1984 - 1 - GALO 3x0 UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1984
30/09/1984 - 1 - GALO 4x0 GUARANI/MG - CAMP. MINEIRO 1984
14/10/1984 - 1 - GALO 2x0 DEMOCRATA-SL/MG - CAMP. MINEIRO 1984
25/10/1984 - 1 - GALO 1x0 CALDENSE/MG - CAMP. MINEIRO 1984
11/11/1984 - 1 - GALO 1x1 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1984
02/12/1984 - 1 - GALO 4x0 DEMOCRATA-GV/MG - CAMP. MINEIRO 1984
09/12/1984 - 1 - GALO 1x0 CRUZEIRO/MG - CAMP. MINEIRO 1984
30/01/1985 - 2 - GALO 4x0 SANTOS/SP - CAMP. NACIONAL 1985
27/02/1985 - 1 - GALO 2x1 GOIAS/GO - CAMP. NACIONAL 1985
17/03/1985 - 2 - GALO 5x1 NAUTICO/PE - CAMP. NACIONAL 1985
14/04/1985 - 1 - GALO 1x0 VASCO/RJ - CAMP. NACIONAL 1985
19/06/1985 - 1 - GALO 4x2 NACIONAL-UBERABA/MG - CAMP. MINEIRO 1985
29/06/1985 - 2 - GALO 3x1 DEMOCRATA-SL/MG - CAMP. MINEIRO 1985
09/08/1985 - 1 - GALO 3x1 ATLETICO BILBAO/ESPANHA - AMISTOSO