O GALO

 

    Desde quando os jovens jogadores atleticanos foram chamados de frangotes pelos torcedores do extinto SPORT em 1909, o Gala Carijó é um  animal simpático aos olhos da Massa. Em 1932, com a febre das rinhas de Galo na capital mineira o um Galo que destruia todos os seus adversários foi comparado ao time do Atlético. Mas essa simpatia foi conquistada de vez quando o chargista Fernando Pieruccetti, O "Mangabeiras" do jornal "A Folha de Minas" recebeu a missão de dar a cada clube mineiro um mascote. Algumas pessoas queriam que um pequeno índio fosse o mascote atleticano. Entretanto, Mangabeiras preferiu o Galo Carijó aproveitando a simpatia que os torcedores tinham com o animal.  Mangabeiras justificou a escolha com essas palavras: 

 


  "O Atlético sempre foi um time de raça. Mais parece um galo de briga, que nunca se entrega e luta até morrer!"

Outras comparações do animal Galo ao time do Atlético ainda em 1932:

“O Galo não aceita desaforo de ninguém, o Atlético também não!”


Uma outra pessoa retrucou:


“Os dois (o galo e o Atlético) são valentes e vencedores!”


Uma terceira pessoa reafirmou:


“Esse Galo é igual ao time do Atlético!”

 

 

    Pronto, estava criado o maior  símbolo que o Atlético tem, O Galo! Uma identificação que  nenhuma outra torcida no Brasil e quem sabe no mundo inteiro detém. De fato, o brio, a pompa, a raça e o espírito de luta, a coragem de nunca desistir, até mesmo nas situações mais adversas são tão visíveis tanto no GALO, como no Clube Atlético Mineiro.

    Mangabeiras foi o criador, mas o maior divulgador do Galo foi o lendário jogador Zé do Monte, que defendeu o Atlético nos anos 50. Nos tempos que jogou no Galo, Zé do Monte sempre entrava em campo com um Galo Carijó! E com o pentacampeonato de 51/52/53/54/55 o grito de "Galo! "passou definitivamente ecoar nos estádios onde o Galo jogava.

Veja aqui algumas versões do Galo:

 

O Galo de Mangabeiras:

Criado em 1945, juntamente com os outos mascotes, Raposa(Cruzeiro), Jacaré(Democrata), Coelho(América), Leão (Vila Nova) e um pouco mais tarde; Canarinho(Seleção Brasileira).

 

 

 

O Galo Oficial

Este Galo aparece sempre timbrado nos documentos do Clube e é considerado o Galo Oficial, apareceu durante a administração do saudoso presidente Elias Khaliu..

 

 

O Galo de Ziraldo

Ainda nos anos 80, o cartunista Ziraldo criou um novo Galo. O Galo de Ziraldo é bem diferente da criação de Mangabeiras. Na preocupação com a violência nos estádios, fez Ziraldo criar um Galo Simpático e politicamente correto.