Galo campeão de 1927

Final Atlético 9X2 Cruzeiro

Equipe do Galo Bi-Campeã de 1927

Os Estádios de Belo Horizonte só começaram a lotar quando o Atlético se tornou o time mais popular da cidade. Para o Palestra Itália(leia-se Cruzeiro) que surgiu em 1921, vencer o Galo era mais saboroso que ganhar do campeão amador da Liga, o América, e a goleada de que os italianos do Barro Preto aplicaram em 1923 rendeu quatro anos de gozações.

Na decisão do Campeonato de 1927, entretanto, os jogadores atleticanos decidiram mostrar aos italianos quer era melhor. Belo Horizonte ainda tinha 40.000 habitantes e mesmo assim aproximadamente 4.000 pessoas foram ao Estádio do Alameda(Estádio do América, onde hoje se localiza o Supermercado Extra no bairro de Santa Efigênia) para ver o grande tira-teima. De um lado, o time de Niginho; do outro, o time de Mário de Castro, Said e Brant.

A empolgação dos jogadores do Atlético era visível quando entraram em campo: elétricos, correndo pelo gramado. Com uma exceção: Mário de Castro, que como sempre, não mostrava grande empolgação. Isso porque certamente o artilheiro-boêmio atleticano passara a noite anterior em uma noitada, talvez na casa de Dona Olímpia, alí proximo na avenida Francisco Salles com Assis Chataubriant. Mas era justamente no artilheiro de ressaca que a torcida atleticana botava fé.....

Palestra partiu logo para o ataque, queria decidir cedo a partida. Mas encontrou uma barreira: o Atlético se defendia com onze e atacava com dez. Os jogadores foram se multiplicado em campo e Jairo fez 1X0 aos 5 minutos. Said aumentou para 2X0 e Mário de Castro fez 3X0. O Palestra tentou reagir; fez um gol e terminou o primeiro tempo na ilusão de que iria virar o resultado.

A torcida do Galo já se acostumar a ver o centroavante Mário de Castro jogar seu verdadeiro futebol de artilheiro no segundo tempo. Era sempre assim: no primeiro tempo, ele andava em campo, depois, no segundo tempo ganhava ânimo incontrolável. Muita gente diz que na realidade Mário de Castro chamava o "juca" no vestiário e ia para o campo com os ânimos renovados.

Naquela decisão, Mário de Castro estava em um de seus dias infernais e ninguém conseguia marca-lo, e foi então, que Said e Jairo dominaram o meio-campo e começaram a lançar as bolas para a área, que Mário de Castro ia mandando paras as redes.

A torcida atleticana começou a rir, o Palestra desmoronou, e sua torcida foi embora(isso mesmo, os italianos se mandaram) e a goleada foi inevitável. Aos 35 minutos o marcador já mostrava Atlético 7X2, dos quais Mário fizera cinco. Mas ele não parou. Aos 40 marcou seu sexto gol e, aos 41, Hugo completou o placar. Isso mesmo! Atlético 9X2 Palestra(Cruzeiro).

Said, marca o segundo de uma goleada histórica...

Atlético: Não temos a escalação deste jogo. Mas durante o ano o Atlético utilizou estes jogadores:Osvaldo, Rui Lage, Chiquinho, Brant, Franco, Ivo, Hugo, Getulinho, Said, Jairo, Mário de Castro, Getúlio, Evandro, Cardosinho, Binga e Alemão.

Palestra:Não disponível

Data: 26/11/1927

Local: Estádio da Alameda

Público: +/- 4.000


Resumo 1927

Jogos: 12 - Vitórias: 10 - Empate: 1 - Derrota: 1 - Pontos Ganhos: 21 - Gols pró: 58 - Gols contra: 18

Artilheiros: Mário de Castro: 27 - Said: 13 - Jairo: 9 - Getúlio 5 - Getulino: 3 - Hugo: 1.